Alessandro deixa recado à CBF e promete defender o Corinthians

O gerente de futebol do Corinthians, Alessandro Nunes, falou após o empate em 1 a 1 com o Santos, na Neo Química Arena, sobre a polêmica envolvendo o VAR e a arbitragem de Anderson Daronco no pênalti marcado para o Peixe, no fim do segundo tempo. Ele confirmou que o Timão tomará medidas formais e solicitará esclarecimentos à CBF 

“Nós iremos à CBF. Nós iremos cobrar quem deve ser cobrado e aguardaremos uma manifestação da comissão de arbitragem, porque geralmente esses lances decisivos, eles soltam um vídeo com uma análise do que ocorreu. Nós queremos uma análise simples, rápida, sem ser muito técnica”, disse. 

Vale lembrar que o lance do pênalti ocorreu aos 48 minutos do segundo tempo. Na ocasião, o assistente de vídeo chamou Daronco, que não havia marcado inicialmente, e após a análise no VAR, ele entendeu que Bruno Méndez pisou no pé de Soteldo dentro da área. No entanto, Alessandro afirma que quem cometeu a falta e foi de encontro com o pé do adversário foi o jogador santista.

Outros clubes também se prejudicam com o VAR

“Num momento tão importante como esse, a gente vê erros tão pesados ao ponto de tirar pontos do Corinthians nesta fase decisiva. Estou falando em nome do Corinthians, isso serve para qualquer equipe também. A gente só quer justiça. Os árbitros pedem apoio, mas na hora de avaliar um lance tão fácil, tão simples, consegue enxergar não sei o que, a ponto de marcar um pênalti. Muito triste para a competição.”, falou.

Conforme Alessandro ressaltou, a classificação das equipes pode ser consideravelmente impactada por erros de arbitragem, como o ocorrido no jogo do último domingo. Neste momento, tanto o Corinthians quanto o Santos estão lutando para se distanciar da zona de rebaixamento, ocupando a 14ª e a 16ª posição na tabela, respectivamente.

Comentários estão fechados.