Andrés Sanchez aparece depois de muito tempo e manda recado direto para Tite

Após a demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Corinthians acertou o retorno de Mano Menezes. No entanto, antes de firmar contrato com o ex-técnico do Internacional, o nome de Tite foi cogitado, mas o treinador optou por se juntar ao Flamengo.

Em uma entrevista ao Canal do Cereto, Andrés Sanchez, ex-presidente do clube paulista, criticou o antigo treinador, campeão do mundo em 2012, e afirmou que ele “fechou as portas” quando o Alvinegro mais precisou;

Eu não sei se foi quatro vezes. Sei que, desta última, não foi convidado. Pelo que o Duílio me falou, foi direto no Mano, Eu não fico triste. Mas acho que, quando ele precisou, o Corinthians abriu as portas para ele; e, quando o Corinthians precisou, ele fechou as portas“, disse o dirigente.

Tite teve duas passagens marcantes pelo Corinthians. A primeira aconteceu entre 2004 e 2005, enquanto a segunda, considerada vitoriosa, ocorreu entre 2010 e 2016. Durante esse segundo período, o técnico conquistou diversos títulos importantes, incluindo a CONMEBOL Libertadores, o Mundial de Clubes, o bicampeonato do Brasileirão e um Campeonato Paulista.

Essas conquistas solidificaram sua posição como um dos treinadores mais bem-sucedidos na história recente do clube.

Mano com moral

Os atletas e profissionais do clube reconhecem a importância do esquema tático e, sobretudo, do trabalho diário para reconquistar a confiança do elenco como fatores determinantes na luta contra o rebaixamento no Brasileirão.

Um jogador do elenco destacou a ênfase nos treinamentos, com foco na saída de bola, intensidade e objetividade, como aspectos cruciais cobrados pelo treinador. A recuperação de Romero também é elogiada internamente.

Esquecido no elenco, o jogador paraguaio se tornou titular absoluto com Mano Menezes e foi fundamental para o Corinthians conquistar pontos nas últimas rodadas.

Comentários estão fechados.