Augusto Melo abre o jogo sobre renovação com Cássio e faz promessa

Os últimos dias do Corinthians foram bastante agitados, mesmo com a goleada feita sobre o Nacional-PAR e a liderança alcançada no Grupo F da Copa Sul-Americana. Em entrevista especial à Band, Augusto Melo falou sobre os planos que tem para o goleiro Cássio e ainda fez uma promessa à Fiel torcida.

Além de elogiar a postura do ídolo da meta alvinegra, e garantir que iniciará as tratativas para a renovação de contrato com o camisa 12 do Timão, o presidente do clube falou sobre os ingressos da Neo Química Arena. Criticado por ter aumentado o valor dos ingressos no torneio continental, Augusto Melo assegurou que não fará isso diante do Atlético-MG, pelo Brasileirão.

Renovação com Cássio e ‘preço popular’ são prioridade

“Já disse a ele. Vai ser o que ele quiser. O Corinthians é muito grato. É um ídolo, maior goleiro da nossa história. Ele é o grande responsável, maior líder, por isso toma tanta pancada. É um cara fantástico, um cara de grupo. Eu me dou bem com ele, sempre honramos […] O contrato termina em dezembro e vamos começar a conversar, temos Fagner que voltou a jogar bola, Paulinho que é uma liderança fantástica, isso mostra o ambiente e vestiário maravilhosos que temos”, disse Augusto Melo à Band.

O presidente do Corinthians já deixou claro, em outras oportunidades – e também agora -, a vontade de estender o vínculo de Cássio. Líder dentro e fora de campo, além de ídolo da Fiel, o jogador é fundamental para a renovação pelo qual o elenco está passando nesta temporada. E por falar na torcida, a mesma também virou assunto na entrevista do dirigente alvinegro, na questão sobre os ingressos.

“Queremos popularizar as cadeiras, foi um teste para a coisa voltar ao normal. Temos a renda maravilhosa dentro do que projetamos. Isso vai se manter na Sul-Americana, Copa do Brasil, Brasileiro. Claro que em uma final vai ter algum ajuste, mas queremos manter esses ingressos populares o ano todo […] O horário que prejudicou, não o ingresso. Tem gente que gastou 2h para chegar à arena. Tínhamos que entender em termos de cadeiras, camarotes”, completou.

Comentários estão fechados.