Bastidores ficam cada vez mais tensos e profissional pede licença do Corinthians após denúncias

O clima está cada vez mais quente nos bastidores do Corinthians, principalmente desde que a gestão Augusto Melo assumiu o comando do clube. Agora, foi a vez de o superintendente de marketing, Sergio Moura, pedir afastamento do cargo, na manhã desta quinta-feira (23). O profissional, de acordo com o portal ‘Meu Timão’, vinha sendo bastante pressionado desde as polêmicas envolvendo a Vai de Bet.

O afastamento, apesar de ser por tempo indeterminado, não equivale a um pedido de demissão. Sergio Moura ainda terá o modelo de sua licença definido pelo clube, já que o mesmo recebe salário mensalmente. Ainda de acordo com o site alvinegro, o funcionário pretende abrir inquéritos criminais contra pessoas de dentro do Corinthians.

Relembre a polêmica envolvendo o contrato com a Vai de Bet

De acordo com o jornalista Juca Kfouri, em sua coluna no portal ‘UOL Esporte’, há uma empresa laranja envolvida no contrato de patrocínio entre Corinthians e Vai de Bet. Por conta de toda a polêmica em volta desta denúncia, a casa de apostas notificou o clube de que está insatisfeita com as recentes notícias, provocando a emissão de uma nota oficial.

“O Corinthians reafirma seu comprometimento absoluto com todos os seus parceiros comerciais, anunciantes e outros stakeholders. A equipe de marketing e comercial do clube segue atuando no atendimento rápido e eficiente junto a seus parceiros, com profissionalismo e qualidade”, informou o Timão por meio da nota em seu site.

Sergio Moura também esteve envolvido em outras duas polêmicas recentes: a primeira, em torno da permuta com o Grupo Gazin, envolvendo diversos espaços de publicidade no uniforme e no clube, em troca de 64 camas e colchões; e o segundo, com a contratação de Edu Oliver para a Corinthians TV, com o influenciador possuindo até boletim de ocorrência com histórico de ameaçar jogadores do elenco.

Comentários estão fechados.