Cantillo não deixou saudade e agora vai receber valor milionário do Corinthians

O meio-campista colombiano Victor Cantillo recentemente colocou o Corinthians em uma situação desconfortável ao acionar o clube na Justiça do Trabalho. A controvérsia envolve uma quantia expressiva de R$ 2,4 milhões que Cantillo alega serem devidos, em uma composição de FGTS, multas e discrepâncias nas verbas rescisórias. A ação judicial segue sua tramitação na 45ª Vara do Trabalho de São Paulo.

O juiz Jean Marcel Mariano de Oliveira, responsável pelo caso, condenou o Corinthians a pagar R$ 1,7 milhão ao atleta. Isso inclui diversas parcelas como fundo de garantia não pago, discordâncias sobre as férias e seus adicionais, multas e honorários advocatícios. Apesar da sentença inicial, o clube paulista ainda tem a possibilidade de apelar da decisão.

Este tipo de imbróglio judicial não só afeta financeiramente o clube, mas também pode impactar sua imagem e suas relações com jogadores atuais e futuros. A resolução do caso pode servir como um precedente importante para as práticas de gestão de contratos do clube.

  • FGTS não pago: R$ 1,04 milhão
  • Diferenças em verbas rescisórias: R$ 614,7 mil
  • Multas: R$ 430 mil
  • Honorários advocatícios: R$ 313,8 mil

Qual o contexto de Cantillo fora dos Tribunais?

Independentemente desse contratempo judicial, Victor Cantillo tem demonstrado ser um profissional focado em sua carreira. Até o momento da reserva, o jogador marcou presença em 118 partidas pelo Corinthians, contribuindo com dois gols. Agora defendendo as cores do Junior Barranquilla, Cantillo continua a mostrar seu valor no campo, deixando estas questões contratuais para serem resolvidas pelos advogados.

Enquanto o caso segue sua jornada legal, fans e especialistas ficam de olho nas repercussões desse embate fora das quatro linhas, que promete ser tão desafiador quanto qualquer partida disputada no gramado.

Este caso abre uma discussão maior sobre a transparência e o cumprimento de obrigações contratuais no mundo do futebol. O resultado final poderá influenciar não apenas o futuro de Victor Cantillo, mas também as operações do Corinthians e sua relação com outros atletas. A expectativa é que ambos os lados aprendam e cresçam com essa experiência, fortalecendo assim as práticas de governança e respeito mútuo dentro do esporte.

Comentários estão fechados.