Comentarista de arbitragem gera polêmica sobre pênalti em Fluminense x Corinthians

No início da partida entre Fluminense e Corinthians, surgiu uma situação controversa relacionada a uma possível marcação de pênalti.

Durante a transmissão, o narrador do jogo, Gustavo Villani, fez uma previsão afirmando que Paulo César de Oliveira, o comentarista de arbitragem da Globo, não assinalaria a infração a favor do time paulista, mas, em vez disso, concederia um pênalti para o Fluminense em outra jogada.

“Ele (Paulo César de Oliveira) não daria pênalti para o Corinthians e daria pênalti para o Fluminense. Entende que o choque em cima do Ruan não foi para pênalti. E ele daria pênalti no Samuel Xavier porque a bola ainda estava em campo, não tinha saído pela linha de fundo.”


O pênalti a favor do Corinthians foi assinalado quando se passavam 30 minutos do jogo, após um choque entre Marlon e Ruan dentro da área. O árbitro Paulo César Zanovelli marcou a infração, e Fábio Santos converteu a penalidade em gol.

Algum tempo depois, houve uma queda de Samuel Xavier na área defendida por Cássio, mas o árbitro decidiu não marcar o pênalti, permitindo que o jogo continuasse.

O confronto entre Corinthians e Fluminense foi eletrizante no Maracanã e terminou em um empate emocionante de 3 a 3. Além do gol de Fábio Santos, Yuri Alberto também deixou sua marca duas vezes a favor do time paulista. No lado tricolor, Lima foi responsável por anotar dois gols, e Jhon Arias fechou o placar.

Coletiva

O treinador Mano Menezes avaliou tanto os pontos fortes quanto os pontos fracos da atuação do Corinthians diante do Fluminense. Durante a entrevista coletiva, ele enfatizou o desempenho da equipe no primeiro tempo, porém, expressou seu pesar em relação à sensação de frustração deixada pelo empate concedido no Maracanã.

“Nosso 1º tempo foi muito bom, equipe realizando muito daquilo que a gente trabalhou durante esse período, acho que foi visível a melhora na construção, do que pensamos de futebol, em intensidade de jogo”

“Temos coisas positivas, para comemorar, e um caminho para continuar progredindo. O time, quando perde a bola, passa a sofrer ataque contra defesa. Aí que temos que melhorar no nosso aspecto, acho que temos condição de fazer isso, considerar que jogamos contra finalista de libertadores, que faz isso contra todo mundo”.

“Esse é o caminho que ainda temos que percorrer. Saio com sentimento muito bom pelo comportamento da equipe na 1ª parte, com ambição. É isso que a gente quer”…

“Considerando tabela, temos que pontuar. Se fizesse a pergunta antes, saindo de São Paulo, talvez consideraríamos um bom resultado. Como estivemos com 3 a 1, fica com gostinho de ter cedido vantagem que no futebol as equipes mais maduras não costumam ceder, como é o Corinthians que pretendo que seja”, disse Mano.


Comentários estão fechados.