Corinthians conseguiu encerrar processo milionário com ex-zagueiro após 14 anos

Um caso específico envolveu uma ação judicial na Justiça do Trabalho que teve início há 14 anos e foi iniciada por Marcus Vinícius, um zagueiro que foi revelado pelo Corinthians e que esteve sob contrato entre janeiro de 2003 e agosto de 2007 foi finalizado.

Após uma longa batalha legal que teve início em 2009, com numerosos recursos de ambas as partes, finalmente chegou-se a um acordo. Esse acordo teve início em dezembro de 2021 e foi concluído mais recentemente, em agosto de 2023.

O acordo estabeleceu o pagamento de 23 parcelas no valor de R$ 52.273,00 cada, totalizando R$ 1.202.279,00. A base da reivindicação de Marcus Vinícius era o Direito de Arena, que representa um percentual do valor das cotas de TV que deve ser repassado aos atletas.

O ex-jogador buscava a diferença do montante que o clube havia repassado a ele em nove campeonatos distintos, que foram o Paulista 2005, Brasileiro 2005, Sul-Americana 2005, Paulista 2006, Brasileiro 2006, Libertadores 2006, Paulista 2007, Brasileiro 2007 e Copa do Brasil 2007.

O jogador estreou pelo Timão em 3 de agosto de 2003, um 1 a 1 com o Paraná Clube, em um jogo válido pelo Campeonato Brasileiro de 2003. Nesse confronto, o jogador, então com 18 anos, iniciou a partida como titular na Arena da Baixada.

Em seu último jogo pelo Corinthians, o time empatou em 0 a 0 com o Paraná Clube, em uma partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 2007. Nessa ocasião, Marcus Vinícius, com 22 anos, entrou em campo depois de começar o jogo no banco de reservas, no estádio do Morumbi.


Marcus Vinícius Cesário, conhecido como Marcus Vinícius, é um jogador de futebol brasileiro nascido em Ribeirão Preto em 22 de março de 1985. Sua posição é zagueiro.

Ele foi revelado pelo Corinthians e teve participação em alguns jogos na conquista do título do Campeonato Brasileiro de 2005. Posteriormente, ele foi transferido para o Instanbul BB, na Turquia.

Próximos jogos

O Corinthians enfrenta uma série de desafios cruciais enquanto luta para evitar o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Atualmente ocupando a 15ª colocação, o time alvinegro tem pela frente seis adversários diretos na batalha pela permanência na Série A até o final do Campeonato Brasileiro atual.

Desses confrontos decisivos, dois ocorrerão nas próximas duas rodadas, contra o Cuiabá (fora de casa) e o Santos (em casa). Além disso, o Corinthians terá pela frente o Bahia, Vasco, Internacional e Coritiba nas rodadas 35 a 38 do Campeonato Brasileiro.

Além desses desafios, o time enfrentará outros oponentes, como Athletico, Red Bull Bragantino, Atlético-MG e Grêmio. No primeiro turno, durante uma sequência de 10 partidas entre as rodadas 10 e 19, o Corinthians conquistou 16 pontos.

Nesse período, o Timão obteve vitórias sobre Santos, Atlético-MG, Vasco e Coritiba, e empatou com Cuiabá, Bahia, Internacional e Grêmio, mas sofreu derrotas contra Athletico e Bragantino. Se somarmos os atuais 33 pontos com os 16 pontos conquistados nessa sequência, o time teria a manutenção na Série A.

Entretanto, o retrospecto contra os outros concorrentes diretos que o Corinthians enfrentou nos dois turnos foi desfavorável: o time conquistou apenas quatro pontos contra o Cruzeiro, um ponto diante do Goiás e um ponto contra o América-MG. A permanência na Série A permanece como um desafio significativo para o Corinthians.

Comentários estão fechados.