Corinthians é campeão invicto e traz mais uma taça para casa

O Corinthians não fez feio e garantiu mais um troféu em sua galeria e fará companhia junto com tantos outros em sua história centenária. O elenco do clube do Parque São Jorge se tornou campeão invicto do Torneio Rio São Paulo de Futebol 7 após vitória de 2 a 1 em cima da Ponte Preta e garantiu o título inédito da competição no dia 20 de outubro.

Os gols alvinegros foram marcados por Well, logo no primeiro tempo e Dudu, já na segunda etapa. Como diz o próprio nome, o campeonato envolve times dos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, mas também há outra equipe do Espírito Santo. Ao todo, 12 equipes disputaram o torneio, sendo distribuídas em quatro grupos com três times cada.

O Corinthians esteve no Grupo D junto com o Rio-São Paulo e o Ska Jandira, vencendo os dois clubes por 5 a 3 e 4 a 0, respectivamente, garantindo o primeiro lugar na chave. Nas quartas de final, triunfou sobre o Botafogo por 3 a 1. Já na semifinal, levou a melhor contra o BR Samor por 4 a 2. A maioria das partidas foram sediadas na Arena Futebol 7 Brasil, no Rio de Janeiro.

A modalidade de futebol é disputada em um campo society, com dimensões menores em relação ao esporte praticado nos gramados, além de usar uma grama sintética. Como diz o nome, são sete atletas em cada time, o que proporciona um jogo mais dinâmico.

Árbitro polêmico de Santos x Coritiba foi “vilão” do Corinthians

Na noite de quinta-feira, o Santos, próximo aniversário do Timão no Campeonato Brasileiro, venceu de 2 a 1 contra o Coritiba na Vila Belmiro em uma partida marcada por lances controversos. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães marcou um time polêmico para a equipe do litoral paulista em um lance de mão nas costas e ainda expulsou um atleta dos visitantes pouco tempo depois.

O juiz já participou de polêmicas envolvendo o Corinthians por duas vezes. A primeira, em 2018, ocorreu no jogo de volta da final contra o Cruzeiro, na Neo Química Arena. Na etapa final, Pedrinho marcou um golaço que colocaria o Timão na frente em 2 a 1, igualando o placar agregado. Porém, o lance foi anulado por uma falta no início da jogada.

Já em 2020, também pela Copa do Brasil. O Time do Povo enfrentou o América nas quartas de final da Copa do Brasil. Wagner deu pênalti para o América aos 35 minutos do segundo tempo, alegando que o lateral Lucas Piton tocou com a mão na bola. Porém, o atleta estava de costas e não disputava a bola no momento, motivo que gerou revolta. A penalidade foi convertida e o lance eliminou o Corinthians da competição.

Comentários estão fechados.