Corinthians é o segundo time paulista que mais trocou de técnico no século XXI

A prática de demissões frequentes de treinadores durante o Campeonato Brasileiro é uma característica cultural no futebol brasileiro. Muitas equipes optam por trocar de técnico ao longo da temporada, e a CBF tem buscado reduzir significativamente o número de mudanças no comando técnico das equipes brasileiras, estabelecendo limites para o número de treinadores que uma equipe pode ter durante o ano.

De acordo com um ranking divulgado pelo jornalista Rodolfo Rodrigues, é possível identificar quais clubes mais realizaram trocas de treinadores ao longo deste século, e os líderes desse ranking são os grandes clubes do futebol carioca.

O Vasco é o líder geral no ranking de clubes que mais trocaram de treinadores ao longo deste século. O gigante da colina realizou aproximadamente 51 mudanças ao longo dos últimos 22 anos, contando com a passagem de cerca de 38 treinadores pela equipe, um número considerável para um clube de futebol.

O Flamengo é a segunda equipe que mais trocou de treinadores na história recente. Desde o início deste século, ocorreram aproximadamente 50 mudanças no comando técnico da equipe, com a passagem de 34 treinadores diferentes. Mais recentemente, o técnico argentino Jorge Sampaoli assumiu o comando da equipe.

O Fluminense ocupa o terceiro lugar no ranking, com 44 mudanças e a presença de 30 treinadores diferentes. Enquanto isso, o Botafogo está em quarto lugar, registrando 42 mudanças e incríveis 38 treinadores diferentes ao longo do período mencionado.

Lista

A lista completa consta no twitter abaixo, com o número de trocas ao lado do nome de clube;

Comentários estão fechados.