Corinthians não tenta mais segurar e admite que outro ídolo está indo embora

O volante Paulinho, figura conhecida e respeitada pelos torcedores do Corinthians, está próximo de encerrar seu contrato com o clube no final de junho deste ano. A negociação para uma possível renovação tem sido um tema quente nos bastidores do Parque São Jorge, mas as partes parecem não chegar a um consenso.

Enquanto Paulinho e sua equipe buscam um acordo que estenderia seu vínculo até o fim de 2025, a diretoria do clube, devido a uma questão estratégica e financeira, prefere não avançar além do final dessa temporada. Este impasse coloca o futuro do jogador em aberto e já aciona o Corinthians a procurar alternativas no mercado.

Quais são as necessidades do técnico António Oliveira para o meio-campo do Corinthians?

O técnico António Oliveira tem uma visão específica para seu elenco, buscando um volante que não apenas comande as ações defensivas, mas que também possa contribuir ofensivamente. Desde a chegada do treinador português, essa busca se intensificou, especialmente com a lesão de Maycon, um dos principais jogadores do elenco nessa posição, que desfalcará o time por um longo período.

Apesar de Paulinho ter deixado uma boa impressão nas oportunidades que teve após retornar de lesão, suas condições físicas geram preocupações quanto ao desempenho sustentável ao longo de uma temporada exigente. Isso, somado ao alto custo de sua manutenção no elenco, faz com que sua permanência seja vista com cautela pela diretoria. O receio é que, embora ele seja um líder nato e um exemplo no vestiário, possa acabar pesando mais na folha salarial do que contribuindo em campo.

Quem poderia substituir Paulinho no elenco corintiano?

O departamento de futebol, agora sob nova liderança, continua sua análise de mercado, enquanto isso, Paulinho já atrai o interesse de clubes no Brasil e no exterior. Notavelmente, clubes japoneses, incluindo Kashiwa ReySol e Vissel Kobe, estão na lista dos possíveis destinos do jogador.

Qual será o destino de Paulinho e como o Corinthians vai reestruturar seu meio-campo são perguntas que apenas o tempo e as negociações vindouras poderão responder. Certamente, as próximas semanas serão decisivas tanto para o clube quanto para o jogador.

Comentários estão fechados.