Defensor está mais próximo de deixar o Corinthians do que ser utilizado por António

Titular do Corinthians no início desta temporada, o zagueiro Caetano acabou perdendo espaço com o técnico António Oliveira e pode estar de saída do Timão. Sem jogar há quase três meses, o defensor observou de perto a chegada de novos reforços para o setor, e não deve permanecer para 2025.

Atuando somente em uma das últimas 17 partidas do clube, ficando até mesmo de fora do banco de reservas, o jogador entrou em campo pela última vez diante do Água Santa, quando o técnico português escalou um time totalmente alternativo, na rodada final do Campeonato Paulista.

Mesmo com contrato renovado, Caetano pode sair do Timão

O Corinthians renovou o contrato do zagueiro Caetano no início da última temporada, deixando o jogador com vínculo válido até dezembro deste ano – valorizando o jogador que, depois de sucessivos empréstimos, enfim conseguiu se firmar no Timão. Nos planos de Fernando Lázaro e Mano Menezes, o zagueiro viu sua situação no clube mudar drasticamente com a chegada de António Oliveira.

Depois de até mudar de posição, virando lateral-esquerdo, até perder a titularidade após a partida contra o Palmeiras, Caetano pouco foi utilizado e a tendência é que isso pouco mude até o final do ano. Afinal, para a posição, o treinador lusitano tem à disposição nomes como Gustavo Henrique, Félix Torres, Cacá, Raul Gustavo e João Pedro.

Sem Caetano, o Corinthians volta a campo na noite desta quarta-feira (22), às 20h (de Brasília), pela Copa do Brasil. Em partida válida pela volta da terceira fase do torneio nacional, o Timão recebe a equipe do América-RN na Neo Química Arena. Em vantagem, por ter vencido em Natal por 2 a 1, o alvinegro avança de fase com um simples empate.

Comentários estão fechados.