Diretor do Corinthians conta tudo que sabe sobre Leila Pereira investindo no Timão

Em meio às negociações para quitar a dívida com a Caixa Econômica Federal relacionada ao empréstimo para a construção da Neo Química Arena, o Corinthians está explorando a possibilidade de negociar ações do estádio de Itaquera na bolsa de valores, configurando-o como um Fundo de Investimento Imobiliário (FII).

Em uma entrevista ao portal ‘MeuTimão‘, o diretor financeiro do clube, Wesley Melo, fez uma brincadeira ao ser questionado sobre a possibilidade de ter a empresária Leila Pereira, presidente do Palmeiras e proprietária da operadora de crédito Crefisa, como investidora no estádio.

“Vamos falar sério, né? Qual a chance da Leila investir no Corinthians? É zero”, respondeu o dirigente, rindo.

“Depois que fui entender, ela está investindo na Arena Barueri, aí aparece uma possibilidade na Arena também. O repórter fez uma brincadeira comigo, quem vê a parte escrita não percebe a sutileza. Eu disse que ela era bem-vinda, mas qual a chance? Não acreditem nesses memes. Não existe essa chance”.

Reação de Leila

De acordo com informações apuradas, a empresária Leila Pereira recebeu a consulta com surpresa e não respondeu à abordagem.

Wesley Melo, peça fundamental nas propostas do Corinthians para quitar a dívida com a Caixa Econômica Federal relacionada à Neo Química Arena e para negociar ações do estádio na bolsa de valores, afirmou que essas operações devem ter um impacto positivo no orçamento do clube para as próximas temporadas, especialmente na redução da dívida.

O Corinthians volta a campo no próximo dia 24, contra o Bahia, na Neo Química Arena, pela 35° rodada do Campeonato Brasileiro.

Comentários estão fechados.