Essa notícia sobre Philippe Coutinho pode dificultar ainda mais o sonho do Corinthians

O Corinthians está a procura de uma referência para o ataque em 2024. Um dos seus sonhos recentes, o meia-atacante Philippe Coutinho, pode estar mais longe do Timão após uma informação vinda do Oriente Médio. Atualmente, o camisa 8 atua no Al-Duhail, do Catar, cumprindo um empréstimo do Aston Villa, da Inglaterra.

No último sábado (14), o atleta marcou um gol na vitória de 2 a 0 sobre o Al-Gharafa, em partida válida pela fase de grupos da Copa do Catar. A sua equipe está em segundo lugar no Grupo B da competição, com 6 pontos, perdendo apenas para o Al-Markhiya, com um ponto a mais. A próxima partida da equipe de Coutinho será um grande desafio: na próxima terça (24), os cataris enfrentarão o Al-Nassr, de Cristiano Ronaldo, pela Liga dos Campeões da Ásia.

Ao todo, o desempenho do meia é bastante satisfatório nas três partidas em que vestiu a camisa do Al-Duhail até então. De acordo com o site de estatísticas Sofascore, ele conta com dois gols, uma assistência, além de sete passes decisivos e seis finalizações. Além disso, ele possui 80% de acertos em dribles, o que é considerado um índice acima da média.

Essa questão pode fazer com que os cataris possam comprá-lo em definitivo para a próxima temporada, caso Philippe continue com boas jogadas. Desta forma, uma transferência para o Corinthians se tornaria bastante improvável para as próximas janelas de transferências, visto que o investimento do clube do Catar seria bem mais elevado do que as equipes brasileiras pagam.

Corinthians tentou contratar Coutinho em 2023

Na última temporada de 2022-23 pelo Aston Villa, Coutinho teve um desempenho irregular e não teve o mesmo brilho no ciclo 2021-22. Por conta disso, a diretoria do clube inglês pensou em negociá-lo para outras equipes. O Timão se tornou um dos interessados e iniciou a monitorar a situação do jogador, que é assessorado por Kia Joorabchian, um velho conhecido da Fiel pela sua parceria com a MSI nos anos 2000.

O departamento de futebol estava na expectativa de que o time da Premier League aceitasse uma oferta por empréstimo e com divisão nos salários. Os vencimentos do ex-jogador da Seleção Brasileira seriam avaliados entre R$ 1,5 milhão e R$ 2 milhões por mês no Corinthians, o que colocaria em primeiro mais pago do elenco e entre os maiores salários do Campeonato Brasileiro, junto com Gabigol, Suárez e Dudu.

Porém, de acordo com o então diretor de futebol Roberto de Andrade, as negociações foram encerradas por conta da não liberação por parte do Aston Villa. Ele alegou que o meia-atacante não quer voltar para o futebol brasileiro. “Elenão interessa. O Coutinho é um jogador que não vai vir ao Brasil e o clube (Aston Villa) não vai liberá-lo. Não existe mais nada”, cravou Roberto de Andrade.

Comentários estão fechados.