Ex-técnico do Corinthians simplesmente chamou jogadores brasileiros de “selvagens”

Sem ter se vinculado a nenhum clube desde sua saída do Flamengo em abril deste ano, o técnico Vitor Pereira passou um pouco mais de um ano trabalhando no Brasil. No entanto, sua passagem pelo país não foi lembrada com saudade pelos torcedores do Flamengo e do Corinthians, equipe que também comandou durante sua estadia.

Em uma entrevista ao jornal espanhol Marca, o treinador mais uma vez expressou críticas à ausência de projetos consistentes no cenário futebolístico brasileiro.

“No Brasil existem bons treinadores locais, mas eles procuram adaptar os processos táticos da formação europeia à incrível qualidade técnica do futebolista local. Além disso, no caso dos treinadores portugueses, ajuda que a língua seja a mesma. O ruim é que no Brasil não há projetos. Você vive esperando o que acontece no próximo jogo, disse o técnico.

Mundial

Vitor Pereira também falou sobre a eliminação com o Flamengo pelo Al-Hilal, ainda nas semifinais do Mundial de Clubes.

“O objetivo era jogar contra o Real… mas não foi possível. Cheguei ao Flamengo e comecei a disputar títulos sem treinar. Em dois meses estávamos disputando quatro títulos. No Brasil o grande problema é que as viagens são muito longas, as diferenças de temperatura são enormes, há muitas competições… e você tem pouco tempo para treinar…”

“E preciso disso para implementar minha maneira de jogar. No Flamengo não tive tempo. No Corinthians, por outro lado, acho que fizemos um ótimo trabalho”, disee o português.

Comentários estão fechados.