Mesmo sendo bem avaliado pela torcida do Corinthians, Mano Menezes admite erro

Corinthians e Fluminense empataram em 3 a 3 em uma partida eletrizante de seis gols e várias chances de todos os lados na última quinta-feira (19), na 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Durante a Data Fifa no começo de outubro, Mano Menezes e sua comissão técnica se encarregaram de melhorar o desempenho ofensivo da equipe, principalmente fora de casa.

O resultado veio com três gols, sendo dois de Yuri Alberto após mudanças nas táticas, quando o camisa 9 se aproximou mais dos meias. A Fiel torcida elogiou Mano Menezes pelo trabalho defensivo, mas o próprio treinador admitiu erros que levaram ao empate após o Time do Povo conquistar a vantagem de 3 a 1 no intervalo do confronto, quando o centroavante foi substituído por Felipe Augusto.

O comandante explicou que a mudança foi por desgaste físico. “Nós fizemos uma mudança no intervalo que pode ser discutida sobre ter influenciado ou não na equipe, a única que fizemos no intervalo. Nas outras todas nós já não tínhamos posse de bola. Na hora, o Yuri já tinha se desgastado muito, depois colocamos um jogador de força para segurar lá na frente, que foi o Felipe”, explicou durante coletiva de imprensa após o duelo.

Mano ainda comentou sobre as outras substituições do Corinthians. “Renato entrou no lugar de Giuliano, que fez um jogo muito bom mas que também não sustentaria por mais tempo. Como o Fluminense vinha muito pelas beiradas, optamos pelo Gustavo Mosquito. Se fosse por dentro, talvez colocássemos mais um meia. Não tem jeito, você tem que correr e marcar o lado. Independente dos jogadores que entraram ou não, a gente já tinha baixado as linhas”, finalizou.

Mano Menezes acredita que Corinthians ficará na Série A

Ainda durante a coletiva, o comandante falou sobre a situação do elenco no Campeonato Brasileiro, que está com risco de queda para a Série B em 2024 e está a poucos pontos de distância da tão temida zona de rebaixamento. Perguntado sobre a sua permanência na elite do futebol, ele que sente que irá continuar e tranquilizou a Fiel.

“Claro que tenho convicção de que vamos ficar, não estamos trabalhando pra criar pressão desnecessária, temos que continuar pontuando. Não dá para olhar pra trás, o que ficou, ficou. Essa passagem de tabela era difícil, joguei contra São Paulo, Flamengo e Fluminense desde que eu cheguei no Corinthians”, pontuou.

Por fim, Mano Menezes faz um resumo sobre os últimos jogos em que esteve a frente da equipe e ainda projetou um futuro melhor após mudanças nos treinamentos. “A gente analisa tudo, nós sabemos que tem momentos em que se pontua menos. O que trabalho é no rendimento, o que dá para interferir. O time melhorou e dá perspectiva para melhorar”, encerrou Mano Menezes.

Comentários estão fechados.