PVC aponta os valores das camisas de Corinthians, Palmeiras e Flamengo

Paulo Vinicius Coelho, o PVC, deu detalhes sobre os acordos relativos aos patrocínios que estampam as camisas de Corinthians, Palmeiras e Flamengo. O assunto foi bastante pautado nesta semana após uma entrevista de Leila Pereira, presidente da equipe da Barra Funda, que duvidou dos números apresentados pelo rival.

Diante da situação, o jornalista comparou os valores dos três clubes no programa De Primeira, do site UOL, exibido nesta sexta-feira (13). Ele rebateu as declarações de Leila, que afirmou em coletiva que um patrocinador do Timão paga mais que a Crefisa.

“Não é um patrocinador do Corinthians que paga mais que a Crefisa, é a camisa inteira. A Crefisa e a FAM pagam R$ 81 milhões, mais a Puma, que é a fornecedora de material esportivo até 2024, na renovação de contrato subiu para 32 milhões. 81 mais 32, são R$ 113 milhões que vale a camisa do Palmeiras hoje. A do Corinthians, somando todas as marcas que aparecem, incluindo a Nike, dá R$ 123 milhões. O Flamengo somando todos os patrocinadores, bate R$ 150 milhões”, explicou.

Corinthians também ganha do Palmeiras no faturamento

PVC também disse que os contratos tem cláusula de confidencialidade, mas utiliza os números divulgados pelas equipes como base para levantar as informações. De acordo com as projeções de cada setor financeiro, o Time do Povo é o segundo clube do Brasil que mais fatura, perdendo apenas para o Flamengo e superando o arquirrival não apenas nos valores da camisa.

“Pega o balanço do Flamengo desse ano, do Palmeiras e aí espera sair o balanço do Corinthians, que projeta R$ 955 milhões, contra 850 do Palmeiras. O Corinthians espera ter a segunda maior receita do Brasil mesmo sem ganhar títulos esse ano, abaixo apenas do Flamengo”, finalizou o jornalista, que rebateu mais uma vez as acusações de Leila.

Comentários estão fechados.