Róger Guedes acionou a FIFA para rescindir contrato após 3 meses sem receber

O atacante Róger Guedes passou por um momento indelicado em 2020. Bastante desejado pelos torcedores do Atlético-MG, o jogador encontrou-se em uma situação delicada com a equipe que defendia na época, o Shandong Luneng, da China. O jogador alegava estar há três meses sem receber salários, uma condição que o motivou a acionar a Fifa para solicitar a rescisão de seu contrato.

Guedes, que tinha contrato vigente com o clube chinês até julho de 2022, destacou que o elevado salário sempre foi um obstáculo para seu retorno ao futebol brasileiro. Com a não participação nos jogos desde a retomada do campeonato local em julho, onde o Shandong Luneng realizou oito partidas sem sua presença em campo, a situação do atacante se tornou insustentável.

Após finalmente conseguir rescindir seu contrato com a equipe chinesa, em 2021, Roger Guedes estava finalmente livre no mercado para assinar com qualquer outro clube, com um provável retorno ao futebol brasileiro.

Apesar das sondagens do Atlético-MG, seu antigo clube, Guedes optou por se transferir para o time que possui uma das maiores torcidas do país, o Corinthians. Eis que naquele ano, junto de seus amigos pessoais GIl, Renato Augusto e Fabio Santos, Róger Guedes chegou ao timão em uma passagem que é lembrada com carinho pelo torcedor corinthiano.

Comentários estão fechados.