Romero voa alto e alcança Top-10 no Corinthians

Ángel Romero conquistou seu lugar entre os dez principais artilheiros do Corinthians neste século, ao marcar o gol decisivo na vitória sobre o Grêmio no último domingo, totalizando 42 gols. Com esse feito, Romero ultrapassou o ex-volante Elias na lista de goleadores alvinegros desde o início do ano 2001.

Atualmente, ele está empatado com o ex-zagueiro Chicão e está a um gol de igualar Róger Guedes nessa contagem.

Considerando os gols a partir de 1º de janeiro de 2001, o gol de carrinho contra o Grêmio também elevou Romero ao status de um dos 60 maiores artilheiros da história do Corinthians. Nessa classificação, ele está a oito gols de entrar no Top-50 de todos os tempos no clube.

Romero assegurou sua posição como titular nos últimos seis jogos desde a chegada do técnico Mano Menezes, durante os quais marcou gols contra Cuiabá, Atlético-MG e Grêmio.

Nesta temporada, Ángel Romero acumula quatro gols e duas assistências em 1.569 minutos de jogo, resultando em uma média de uma participação a cada 260 minutos.

Questão judicial

Além do desempenho esportivo, Romero também é o centro de uma questão que pode acarretar um custo de R$ 20 milhões ao Corinthians. O clube está enfrentando uma ação judicial movida pelo empresário Beto Rappa, responsável por emprestar dinheiro para a contratação do jogador em 2014.

Até o momento, o empresário não recebeu os valores de volta. A partir de 2021, o Corinthians vinha realizando pagamentos parcelados para quitar a dívida com o agente, porém, esses pagamentos foram interrompidos em março deste ano. Essa interrupção motivou uma nova cobrança judicial por parte do agente.

Comentários estão fechados.