Sem Anderson Talisca para 2024, campeão da Copa do Mundo surge como opção no Corinthians

O renomado craque argentino Ángel Di María, aos 35 anos, está se preparando para encerrar sua carreira no futebol. Depois de anunciar sua saída da seleção argentina após a Copa América, Di María também pode estar se despedindo da Europa, onde atua desde 2007.

Surpreendendo a todos na última janela de transferências ao retornar ao Benfica, clube que marcou seu início no Velho Continente, Di María pode agora ter chegado a um acordo verbal para se juntar a outro grande clube a partir da próxima temporada.

Di María é uma das figuras argentinas mais proeminentes no cenário atual do futebol. Sua trajetória começou no Rosario Central, onde se destacou e chamou a atenção do Benfica. No clube português, o jogador teve uma passagem bem-sucedida, conquistando três títulos da Primeira Liga e uma Taça da Liga.

Em 2010, Di María transferiu-se para o Real Madrid, vivendo seu auge ao conquistar quatro títulos da Liga dos Campeões, dois títulos da La Liga, entre outros troféus. Após quatro temporadas no Real Madrid, o argentino mudou-se para o Manchester United, onde teve uma passagem menos brilhante.

Depois de apenas uma temporada no clube inglês, Di María transferiu-se para o Paris Saint-Germain, onde se tornou uma peça fundamental e conquistou vários títulos, incluindo quatro títulos da Ligue 1 e uma Liga dos Campeões.

Ídolo

Ángel Di María retornou ao Benfica com uma grande festa para anunciar sua contratação aos torcedores encarnados. O gigante português ocupa um lugar especial no coração do jogador, que teve uma passagem destacada por lá antes de seguir para o Real Madrid e, mais tarde, para o PSG e depois Juventus.

Comentários estão fechados.