Vitória surpreende o futebol nacional e bate recorde do Corinthians

O Vitória, que atualmente disputa a Série B do Campeonato Brasileiro, superou um feito conquistado pelo Corinthians anos atrás. O recorde foi confirmado na última segunda-feira (30) e tem a ver com o desempenho na sua casa, que é o estádio Barradão.

De acordo com levantamento do repórter Thiago Minhoca, do portal NE45, a equipe baiana alcançou uma marca inédita na segunda divisão. São nove partidas seguidas sem sofrer gols como mandante. Nenhum clube conseguiu isso jogando no atual formato de pontos corridos com 20 clubes, desde 2006. A última vez que o Vitória sofreu gols em casa foi contra o Novorizontino, em 16 de julho, há mais de três meses.

O recorde anterior era do Timão em 2008, quando disputou a Série B pela primeira e única vez até então, com oito jogos sem sofrer gols em casa. Os números eram compartilhados com o Vasco, em 2022, que também teve uma defesa consistente na época.

Corinthians tem recorde de empates na Neo Química Arena

Enquanto o Vitória conquistou uma sequência de não sofrer gols em casa na Série B, o Corinthians bateu um recorde também em seus domínios. Após o 1 a 1 no clássico contra o Santos no último domingo (31), o Timão conseguiu quatro empates seguidos na Neo Química Arena, o que nunca aconteceu na história do estádio, fundado em 2014.

Os demais confrontos aconteceram contra América-MG e Flamengo pelo Brasileirão, além do Fortaleza pela Copa Sul-Americana. Além disso, sete dos últimos oito jogos em Itaquera terminaram em placar igual (Palmeiras, Grêmio e Goiás). Fora isso, aconteceu uma vitória contra o Botafogo por 1 a 0.

Apesar dos tropeços, Mano Menezes segue confiante. “Contra o Flamengo, um timaço, saímos atrás e empatamos na superação. Contra o América-MG, nos precipitamos na primeira etapa, demos espaços e sofremos um gol. Contra o Santos, a equipe foi mais completa no todo, foi a melhor atuação que fizemos, então vamos seguir nesta linha e sempre melhorando um pouco mais a cada jogo”, disse o técnico do Corinthians.

Comentários estão fechados.